Histórico

   A partir do projeto “Contribuições da Rede Brasileira de Avaliação de Tecnologias em Saúde (Rebrats) para o SUS no Distrito Federal”, financiado pela FAP-DF em 2015, foram mapeadas as produções científicas dos membros da Rede e realizado um diagnóstico situacional, em que foram identificadas 14 instituições com potencial de colaborar e fortalecer a ATS no DF. Realizou-se também dois seminários, com o propósito de sensibilizar e aumentar a interação entre as instituições de ensino e pesquisa, serviços e hospitais do Distrito Federal.

Portanto, o primeiro seminário, realizado em outubro de 2016, foi o evento embrionário para a conformação da ReDAPTS e, o segundo, em dezembro de 2016, foi considerado o I Encontro Técnico Cientifico da Rede, em que tivemos o início da elaboração do regimento interno e a concretização de um grupo executivo formado por membros da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz Brasília; Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde – Fepecs; da Escola Superior de Ciências da Saúde – ESCS; do Hospital da Criança de Brasília –HCB; e, do Instituto Hospital de Base – IHB.

Desta forma, a conjunção dessas experiências permitiu identificar a oportunidade para implementar-se a Rede Distrital de Avaliação de Políticas e Tecnologias de Saúde para o SUS – ReDAPTS, envolvendo instituições sem fins lucrativos de ensino, pesquisa e gestão e a assistência à saúde que atuam no Distrito Federal. Em sua 7° reunião, realizada no dia 31/01/2018, ficou pactuado a realização de reuniões mensais, sendo estas subsidiadas em diferentes instituições da rede.

A ReDAPTS tem como um dos seus produtos a realização, anual, de um seminário técnico científico, com vistas a fomentar o desenvolvimento da ATS no SUS para o Distrito Federal.       

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support